domingo, 20 de maio de 2018

Encontros

     Inspiração que surge de olhares...
     Reconheço que alguns encontros mudam nossa história, seja do simples ao complexo, a vida é feita desses momentos...
     Alguns surgem como inspiração, seja na singeleza do olhar, do gesto que cativa ou de um sorriso.
     Percebo que a vida é feita dessas colisões, alguns breves, outros demorados, o mais importante que ao longo dessa estrada chamada vida, alguém esbarrará ou nos encontrará.
     Haverá sempre uma recordação a qual guardaremos no baú da memória.
     Assim os dias acabam tendo seu significado, de encontro em encontro vamos nos encontrando também, que beleza perceber que fazemos parte desse processo.
     Espero que haja reencontros, e a nova oportunidade de descobrir o que tem por detrás de um olhar e de um sorriso, das palavras e dos gestos.
     Leveza que quero para os meus dias, ter sabedoria de reconhecer que há muita vida escondidas nestes encontros e não deixar passar as oportunidades, principalmente os encontros que transformam olhares em poesia.





Nos encontramos por aí...

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Não importa o terreno, sempre é possível florescer...

Por: Matheus Nascimento



Talvez achemos estranha essa frase; seria realmente possível um terreno seco florescer? Gerar vida? A resposta é “sim”, por mais incoerente que nos pareça.
      Todo terreno é capaz de gerar vida e de florescer, até mesmo em lugares que consideramos impossíveis.  Até pouco se perguntava se haveria vida em marte, e muitos consideravam infértil essa possibilidade e logo se provou que não.  A grande questão não é se um terreno seco pode ou não vir a gerar vida, mas sim, o quão eu estou disposto a gerar vida em terra seca.
        Das muitas vezes e situações em nossas vidas nos sentimos assim, terras secas e sem vida, perdemos o ânimo, o vigor, a vontade de viver, achamos que o terreno de todo mundo floresce, observamos colheitas frutuosas em outros terrenos, e em nossa frustração vamos achando que nosso terreno é incapaz de tal, e acabamos caindo na morte em vida. Em tempos assim precisamos para e reconciliar-nos, analisar nosso solo e traçar estratégias para que possamos reflorescer. Não importa o terreno, sempre será possível florescer; folhagens diferentes? Sim! Mas cada uma com sua beleza e, principalmente, objetivo. Cada terreno gera vida diferente, é preciso acostumar-nos com novas folhagens, experiências. Já aprendemos isso na escola, um solo arenoso floresce uma espécie de folhagem de suma importância para ele, terras secas geralmente florescem folhagens rasteiras, mas cada qual com sua função e beleza. Fato é que no solo de nossas vidas, precisamos nos descobrir e florescer, processo que muitas vezes não é fácil, exige trabalho, adubagem, canalização de nova fonte de água, enfim, muitos processos; mas ficar olhando a colheita do solo ao lado não irá florescer o nosso. É preciso por a mão na terra, não sabemos o quão trabalhado o solo seco que hoje floresce lindamente foi, e olhá-lo achando que este ou aquele foi sortudo é engarmos a nós mesmos.
         Que todos nós possamos nas estações de nossas vidas florescermos conforme cada terra e cada tempo, pois há um tempo para tudo em nossas vidas, tempo de plantar, tempo de colher, tempo de nascer e tempo de morrer. O importante e mais precioso é sabermos plantar e colhermos os frutos de nossas vidas e saboreá-los com muito prazer. E lembre-se sempre: Não importa o terreno, sempre é possível florescer...



domingo, 6 de maio de 2018

Saber amar ...


       Riqueza contida no verso, nos ensina que amor é processo e de nada adianta ter amor se não somos capazes de rasgar nosso coração.
     Algumas vezes, existe o medo,  me incluo nesse dilema, mas percebo ao longo dos dias, que há beleza sim, em deixar-se encontrar, mesmo que o solo a ser pisado haja misérias, precisamos reconhecer e permitir ser encontrado. 
     Com certeza, encontraremos alguém disposto e que talvez já esteja na porta, esperando simplesmente um sorriso de boas vindas ou uma mão estendida pra adentrar neste universo um tanto quanto escuro e quem sabe assim levar um pouco de luz e de amor, amor que também é capaz de cicatrizar as feridas do passado, e cuidar.
     Reconhecemos a necessidade de sermos cuidados, lançar fora toda pretensão e prepotência, somos todos humanos e cientes da nossa fragilidade.
     Desejo que você encontre alguém que veja além da epiderme e toque profundamente seu coração e que num simples olhar seja capaz de tocar sua alma.
     Não tenha medo! Seja corajoso (a) o suficiente para permitir que esta dádiva do amor te encontre.

Nos encontramos por aí...




segunda-feira, 23 de abril de 2018

Entre sorrisos e flores.


E tem dias na vida, que a gente só precisa de um sorriso no rosto e a certeza de que Deus cuida de nós, assim como cuida das flores.
No momento certo, tudo se encaminha, se encaixa e como na natureza existe um tempo para plantar, cuidar ... Existe também o tempo da colheita!
Coração grato continua sendo o caminho mais simples para felicidade!

Nos encontramos por aí...


domingo, 25 de março de 2018

Nossa conversa


"Mas quando eu falo de amor por aí  é pensando em você! "

Aquela música que a gente ouve pela manhã e fica na cabeça durante o dia todo.
A canção que fala um pouco de mim, de você, de nós!

Nos encontramos por aí...


domingo, 11 de março de 2018

7 anos de blog


     E lá se vão sete aninhos deste blog.
     Muitos sentimentos compartilhados, lágrimas, sorrisos e muitas palavras que o coração traduziu.
     Agradeço de coração, todos que acompanham e de uma maneira ou de outra fazem parte dessa história.
     Agradeço pelas alegrias, vitórias, amizades e claro aos tombos, frustrações, decepções da vida que proporcionaram alguns textos.
     Aos amores correspondidos ou não, afinal o coração que ama é capaz de ver além da superfície e escrever nas linhas ou entrelinhas, o que muitas vezes fica guardado no baú da alma.
     Tempo de se alegrar e saber que o mesmo elã de sete anos atrás, continua sendo inspiração para continuar escrevendo.

     ... "Tenho cuidado de você todo esse tempo, você está sob o meu abraço e minha proteção, tenho visto você errar e crescer, amar e voar, você sabe onde pousar; ao acordar já terei partido, ficarei de longe, escondido, mas sempre perto decerto como se eu fosse humano, vivo; vivendo pra te cuidar, te proteger e sem você me ver e sem saber quem eu sou, se sou anjo ou se sou seu amor."



Nos encontramos por aí...

sábado, 3 de março de 2018

Além das aparências

     Precisamos de pessoas ao nosso lado, as quais, vão além das aparências,  que descobrem os olhares mais profundos, mesmo que talvez tentamos esconder.
     Sempre existem pessoas, que entendem os nossos sorrisos, que compreendem aquilo que muitas vezes nós queremos dizer e por vários motivos não temos coragem de falar.
     Aquelas que vão além da maquiagem e sabem verdadeiramente quem somos, na nossa essência, descobrem em nós a profundidade do nosso ser, conseguindo compreender inumeras vezes aquilo que deixamos no canto da sala de nossa existência.
     Conhecem nossas lágrimas, e fazem de tudo para que elas não caiam, porém,  se caírem, estarão lá para enxugá-las.
     O mais belo é compreender, que essas pessoas são realmente a presença de Deus, enviadas pelo Altíssimo para serem um pouco do alento celestial, diante de nossa humanidade.
     E essa sensibilidade de reconhecer em nós, o que muitas vezes, nós não somos capazes de enxergar.
     Reconfortante descobrir, no meio da multidão, existem aqueles que nos conhecem e  verdadeiramente, nos ama apesar das nossas limitações, dos medos, dos fracassos; alguém que mesmo sabendo de tudo isso, tem a coragem de de ficar ao nosso lado, sabemos que em qualquer momento será nosso porto seguro.
     São essas pessoas, que muitas vezes chamamos de anjos, mesmo sendo humanas, tornam-se, presença e presente de Deus para nossa vida, o carinho e o abraço de Deus aqui na terra.
     Que tenhamos a sabedoria de cultivar, zelar, agradecer e aproveite cada instante a oportunidade de experimentar o céu ... aqui!




Nos encontramos por aí...
© Olhar de Anjo .
Todos os direitos reservados.
Ilustrado por: Bluemih .
Tecnologia do Blogger .